Resag

Origem e formação da Resag

Sistema Brasileiro de Tecnologia (SIBRATEC) tem como objetivo apoiar o desenvolvimento tecnológico das empresas brasileiras, além de melhorar a qualidade dos produtos no mercado interno e externo, possibilitando um incremento na taxa de inovação das empresas. Igualmente, busca contribuir para o aumento do valor agregado da produção, aumento de faturamento, produtividade e competitividade nos mercados interno e externo, atuando como instrumento de articulação e aproximação da comunidade científica e tecnológica junto às empresas brasileiras.

Operativamente, o SIBRATEC apoia atividades de P&D voltadas para a inovação em produtos e processos, em consonância com as prioridades das políticas industriais, tecnológicas e de comércio exterior visando aumentar a competitividade das empresas brasileiras, tendo a Financiadora de Estudos e Projetos - FINEP como a agência executora.

Está organizado em três tipos de Redes: Redes de Centros de Inovação, Redes de Serviços Tecnológicos e Redes de Extensão Tecnológica. As Está organizado em três tipos de Redes: Redes de Centros de Inovação, Redes de Serviços Tecnológicos e Redes de Extensão Tecnológica. As Redes temáticas que fazem parte do escopo Serviços Tecnológicos SIBRATEC foram definidas pelo Ministério da Ciência e Tecnologia - MCTI de acordo com áreas estratégicas para o País, de maneira a apoiar o seu desenvolvimento, permeando o território nacional, com a participação de instituições importantes em cada área.

Foi neste âmbito que surgiu a Rede dedicada à questão do Saneamento e Abastecimento de Água, a RESAG.


Rede de Saneamento e Abastecimento de Água – Resag

A importância estratégica e a influência do saneamento e abastecimento de água motivaram a criação da RESAG, já que a garantia das condições hidráulicas adequadas para a moradia, acesso à água, coleta e tratamento de esgoto e da destinação dos resíduos sólidos são temas prioritários. Para atender a todos os aspectos são necessários recursos e principalmente políticas de planejamento, execução e monitoramento, em especial ações de educação fundamentada numa ação integrada em todo o território nacional. Participam do projeto as organizações públicas e privadas que atenderam ao

convite do Ministério de Ciência Tecnologia e Inovação nos dias 30 e 31 de março de 2009, ocasião em que cerca de 250 pessoas representavam os laboratórios habilitados e as instituições que tiveram suas pre-propostas aprovadas, quando da chamada pública do MCTI para a formação do SIBRATEC.

Nesta oportunidade, foram apresentados e discutidos os critérios e objetivos relacionados com a implantação, consolidação e gerenciamento das Redes Temáticas de Serviços Tecnológicos.

As bases para a elaboração das propostas foram demandas identificadas pela Agência Nacional de Água – ANA, companhias de saneamento, órgãos de defesa do consumidor e laboratórios participantes.

Atividades da RESAG

Entre as atividades da RESAG, destaca-se o desenvolvimento da infraestrutura de serviços tecnológicos oferecidos à sociedade, com capacidade para avaliar e certificar a qualidade de produtos, processos e serviços por meio de organismos de certificação, laboratórios de ensaio e de calibração, organismos de treinamento, organismos de ensaios de proficiência e organismos de inspeção.

Em especial, há um apoio dirigido às Micro, Pequena e Média empresa brasileira (MPME) visando à melhoria da qualidade de produtos, processos e serviços na indústria, comércio interno e exportações.


Resag
Avenida Paulista, 2.200 - 9º Andar, CEP 01310-300
Consolação, São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55 11 3283 1073
C2013 Resag - Todos os direitos reservados
Produzido por BRSIS